Lavoura De Cana-De-Açúcar: Como Melhorar A Fertilidade Do Solo?

Lavoura de cana-de-açúcar: como melhorar a fertilidade do solo?

O cultivo da cana é um dos pilares da agricultura brasileira, desempenhando um papel crucial não somente na produção de açúcar, mas também na geração de etanol, um combustível renovável. Mas, como o agricultor pode melhorar a fertilidade do solo e otimizar o rendimento da lavoura de cana-de-açúcar? Saiba mais sobre isso! 

Como o cultivo da cana-de-açúcar é vantajoso para a agricultura do Brasil?

Assim como o plantio de café, o cultivo da cana-de-açúcar faz parte da história do Brasil. Vale destacar que a cultura da cana começou a ser implementada ainda antes, já no século XVI. E ainda hoje ela traz diversas vantagens para o país.

Atualmente, a cana-de-açúcar é uma das principais commodities agrícolas do Brasil. Não à toa, o país é o maior   produtor e exportador de açúcar do mundo.

É o que afirma a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Cabe destacar que, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), a produção de cana no Brasil vem aumentando expressivamente nas últimas décadas.

Segundo a entidade, esse crescimento tem sido impulsionado por fatores como a crescente demanda por produtos como o etanol e os biocombustíveis.

Dados Da Produção De Cana No Brasil Nos Últimos Anos

Dados da produção de cana no Brasil nos últimos anos (Fonte: IBGE, 2022)

Portanto, além das vantagens econômicos e de fortalecimento da agricultura brasileira, a lavoura de cana-de-açúcar ajuda na busca por fontes energéticas alternativas e mais sustentáveis.

E, para que a produtividade e a qualidade da lavoura de cana-de açúcar possam continuar crescendo no Brasil, é importante entender os principais pontos acerca desse cultivo. Por exemplo, quais as variedades de cana-de-açúcar mais utilizadas?

No Brasil, a principal espécie utilizada na lavoura de cana-de-açúcar é a Saccharum officinarum, além de outras do gênero Saccharum spp.

Esses tipos de cana-de-açúcar são cultivados em larga escala devido à sua alta produtividade e teor de sacarose, que são ideais para a produção de açúcar, etanol e outros derivados.

Além disso, existem variedades híbridas desenvolvidas especificamente para as condições climáticas e de solo do Brasil, visando maximizar a eficiência e a rentabilidade da produção de cana-de-açúcar no país.

Em relação à essas variedades, o Censo Varietal realizado do Instituto Agronômico de Campinas (IAC) é um estudo que acompanha a produção de cana em centenas de unidades produtoras do Brasil.

Na edição 2021/2022, a pesquisa identificou que a variedade RB867515 foi a mais cultivada no país, isso pelo 15º ano consecutivo, ainda que com reduções em anos recentes.

Lavoura De Cana-De-Açúcar: Como Melhorar A Fertilidade Do Solo? - Porcentagem Da Area De Cana De Acucar No Brasil Cultivada Com A Variedade Rb867515 Nos Ultimos Anos

Porcentagem da área de cana-de-açúcar no Brasil cultivada com a variedade RB867515 nos últimos anos (Fonte: Censo Varietal IAC 2021/2022)

O documento destaca ainda a RB966928 como a segunda mais cultivada e a CTC4 com crescente ascensão nas lavouras do Brasil.

Além disso, existem outros pontos que precisam ser compreendidos com maior amplitude antes de iniciar o plantio de uma lavoura cana-de-açúcar. Mas, quais são eles?

O que analisar antes de iniciar uma lavoura de cana?

Dentre as vantagens da produção de cana, destacam-se a sua capacidade de adaptação a diferentes solos e climas, o alto potencial de rendimento energético por área.

Além disso, vale destacar que uma lavoura de cana-de-açúcar pode contribuir para a mitigação das mudanças climáticas através da absorção de dióxido de carbono durante seu ciclo de crescimento.

No entanto, é essencial que o agricultor esteja atento para conhecer alguns pontos e fatores que possam interferir nesse cultivo.

Um conhecimento essencial para o sucesso do cultivo da cana é sobre quais as etapas da plantação de cana-de-açúcar, para que já que no planejamento do manejo de forma mais adequada. Isso inclui:

E antes de começar todo esse planejamento, o que o agricultor deve analisar para mitigar possíveis impactos na lavoura de cana-de-açúcar? Tendo essa pergunta em mente, é imprescindível analisar fatores como:

Além disso, a escolha da variedade correta é um elemento-chave para o sucesso da lavoura de cana-de-açúcar.

E, por fim, é crucial que o agricultor trabalhe para melhorar a fertilidade do solo. E os fertilizantes exercem um papel fundamental. Mas, qual a razão disso é importante e como fazer boas escolhas?

Por que utilizar fertilizantes na lavoura de cana?

A construção e a manutenção da fertilidade do solo são cruciais para que a lavoura de cana-de-açúcar cresça e se desenvolva de maneira adequada. E a adubação é muito importante nesse sentido.

A razão disso é porque ela é o principal meio de realizar o aporte dos nutrientes que a cana necessita para ter um bom rendimento. Mas, antes de pensar como fazer uma boa adubação, vamos entender a importância de alguns nutrientes para a cana.

O potássio, por exemplo, é um dos nutrientes mais exigidos pela cana. A boa nutrição potássica é muito importante, já que ele está envolvido em inúmeras funções na fisiologia e no metabolismo das plantas.

Vale notar que ele visto como o nutriente da qualidade na agricultura, principalmente em razão da sua atuação no metabolismo e no transporte de carboidratos dentro da planta.

O potássio ainda participa da regulação de processos osmóticos, que por sua vez influenciam a abertura e o fechamento dos estômatos.

Essas estruturas são responsáveis pela respiração celular vegetal e o seu funcionamento adequado ajuda as plantas a lidarem com condições de estresse hídrico. Além disso, isso também é crucial para a processo de fotossíntese.

Já o magnésio é um nutriente que participa da formação da clorofila e da ativação de enzimas importantes para a cana-de-açúcar.

Outro exemplo ainda é o do manganês, que também atua nos processos de formação da clorofila, além da síntese proteínas, carboidratos e lipídeos, entre outras funções.

Essa compreensão do papel dos nutrientes é importante para pensar uma boa adubação. Isso porque o agricultor precisa entender quais são os nutrientes que precisam ser providos para que o solo esteja com uma boa fertilidade.

Além disso, a principal ferramenta para fazer esse aporte são os fertilizantes. E, nesse sentido, é essencial que o agricultor escolha insumos que sejam eficazes no fornecimento de nutrientes e que tragam mais vantagens para o manejo.

É caso do K Forte® e dos outros fertilizantes que a Verde Agritech, empresa de tecnologia agrícola que produz fertilizantes, traz para o agricultor.

Entre as características do K Forte® e dos outros fertilizantes da Verde Agritech, está o fato de que eles são multinutrientes, fornecendo o potássio e outros nutrientes que a lavoura de cana-de-açúcar precisa.

Além disso, eles também são capazes de nutrir as plantas com silício. Há discussões sobre ele ser um nutriente essencial para as plantas, mas ele é reconhecido como um elemento benéfico para as plantas.

Isso porque a sua inclusão na adubação traz vantagens como a indução da resistência a pragas e doenças e estresses como as secas. E cabe destacar que a lavoura de cana-de-açúcar é capaz de absorver e acumular grandes quantidades de silício.

Assim, com o K Forte® e os outros fertilizantes da Verde Agritech, o manejo feito pelo agricultor na lavoura de cana-de-açúcar pode ser mais completo.

Outra característica que os fertilizantes da Verde Agritech que é vantajosa para é que eles contam com tecnologias exclusivas e inovadoras desenvolvidas com anos de estudos, em conjunto com instituições de pesquisa consolidadas e renomadas.

Elas ajudam a tornar o manejo mais eficiente de diversas maneiras. Por exemplo, a Bio Revolution, que permite que os fertilizantes sejam aditivados com microrganismos benéficos.

Cada vez mais incorporados ao manejo agrícola, esses pequenos seres podem ser vantajosos para essa atividade, já que trazem benefícios que ajudam o manejo e o desenvolvimento das plantas.

Um desses microrganismos benéficos é o consagrado Bacillus aryabhattai, que é justamente o primeiro a ser utilizado com a Bio Revolution.

Essa rizobactéria ajuda, entre outras coisas, na disponibilização de nutrientes e na promoção do crescimento das plantas, além de ter um efeito de indução da resistência aos estresses bióticos e abióticos.

O Bacillus aryabhattai traz diversos benefícios para o manejo agrícola

As tecnologias exclusivas da Verde Agritech também fazem com que eles tenham características vantajosas, como a disponibilização gradual dos seus nutrientes para as plantas.

Isso ajuda a evitar a lixiviação de nutrientes e ainda gera efeito residual duradouro que beneficia as plantas de maneira geral, mas é muito interessante para culturas de ciclo longo como o da cana.

Dessa maneira, a construção e da manutenção da fertilidade do solo são favorecidas, otimizando o manejo e ajudando a valorizar o investimento do agricultor.

Dessa maneira, escolher fertilizantes com qualidades e vantagens como o K Forte® e os outros que a Verde Agritech produz pode ser a chave para que a lavoura de cana-de-açúcar tenha um melhor rendimento e qualidade.

Conhecer fatores que influenciam o cultivo e utilizar fertilizantes eficazes para melhorar a fertilidade do solo pode ajudar a lavoura de cana-de-açúcar

Em conclusão, o cultivo da cana faz parte da história do Brasil e ainda hoje ela é uma commodity valiosa para a agricultura do país. Assim, é importante que o agricultor entenda alguns fatores que podem fazer a diferença na lavoura de cana-de-açúcar.

O conhecimento das etapas do cultivo, das boas práticas de manejo, como o controle de pragas e doenças, além de também fatores que influenciam no sucesso da lavoura são muito valiosos.

Além disso, a adubação é crucial para melhorar a fertilidade do solo e, em consequência, o rendimento e a qualidade da lavoura de cana-de-açúcar. Nesse contexto, é essencial utilizar fertilizantes eficientes e com mais vantagens para o manejo agrícola.

Compartilhe esta publicação