Consultor Especializado Em Cafeicultura Conta Os Resultados Positivos Do Uso Do K Forte

Consultor especializado em cafeicultura conta os resultados positivos do uso do K Forte®

Felipe Lemos é engenheiro agrônomo e consultor especializado em cafeicultura. Sempre procurando as melhores formas de atender seus clientes, Felipe conheceu o K Forte®.

Ele conta que trabalha com o fertilizante multinutriente da Verde Agritech desde 2016 e que os resultados obtidos fizeram com que o K Forte® se tornasse cada vez mais uma aposta sua para o manejo agrícola dos cafeicultores que ele atende, em substituição ao Cloreto de Potássio (KCl).

Entre os resultados que Felipe Lemos destaca, estão a melhoria da qualidade da bebida e o equilíbrio nutricional do solo:

“O K Forte® deu uma melhoria muito grande nas lavouras onde eu atendo, principalmente em relação à qualidade de bebida, à questão também, como eu trabalho, na questão de saturar o solo numa maneira adequada de cálcio, magnésio e potássio, equilibrados, antes eu não conseguia fazer isso com o cloreto.”

Mas, além disso, o K Forte® trouxe outros resultados. Quais foram eles?

K Forte®: fertilizante potássico sem cloro e que promove melhorias no solo

O K Forte® é um fertilizante multinutriente, que, além do potássio, fornece ao solo nutrientes como o magnésio, o manganês e também o silício. Isso torna o manejo nutricional do solo mais completo.

E, graças à sua matéria-prima, o K Forte® tem uma liberação progressiva dos seus nutrientes, o que ajuda na construção da fertilidade do solo, além de proporcionar um efeito residual prolongado. Isso significa que os níveis de nutrientes do solo se mantêm estáveis ao longo do tempo, fazendo com que as plantas possam absorvê-los quando precisarem.

Felipe Lemos ainda destaca outro benefício do uso do K Forte® no manejo nutricional do solo:

“Outra mudança gigantesca é a questão da própria física do solo. A melhoria na parte física se deu principalmente por consequência da melhoria na parte biológica do solo. O K Forte® não causa danos à microbiota do solo, pelo contrário, até incentiva essa melhoria.”

As melhorias das propriedades físicas do solo estão relacionadas à matéria-prima do K Forte®, que é rica em glauconita, um mineral que é utilizado como fertilizante potássico nos Estados Unidos desde 1760.

Entre os benefícios da glauconita, está justamente a melhoria de propriedades físicas do solo, como a capacidade de retenção de água e de nutrientes. O Dr. John Tedrow, pesquisador da Rutgers, The State Universty of New Jersey, fala sobre isso no artigo Greensand and Greensand Soils of New Jersey: A Review.

“Os efeitos benéficos da glauconita no solo parecem estar proximamente relacionados a uma combinação de fatores, como ter uma alta capacidade de absorção de nutrientes do solo e uma capacidade de retenção de umidade relativamente alta.”

A matéria-prima do K Forte® também é livre de cloro, o que favorece a saúde microbiológica do solo. Isso porque, embora seja um micronutriente essencial para as plantas, o cloro tem um alto poder biocida e está relacionado ao aumento da compactação e da salinidade.

A salinidade é, de maneira geral, o acúmulo de cristais salinos no solo e é um dos fatores que ameaçam a vida biológica do solo. Fertilizantes com elevado teor de cloro e alto índice salino, com o Cloreto de Potássio, que tem cerca de 47% de cloro em sua composição e índice salino de 116%, podem prejudicar a saúde do ecossistema do solo.

É o que escreve David Gabriel Campos Pereira e outros pesquisadores da Universidade Estadual de Montes Claros, no artigo Potassium chloride: impacts on soil microbial activity and nitrogen mineralization:

“O Cloreto de Potássio (KCl) é a fonte de potássio mais utilizada mundialmente e, devido ao uso contínuo desse fertilizante, pode ocorrer acúmulo de sais no solo e nas plantas. O excesso de íons desencadeia uma série de distúrbios fisiológicos, tornando-se um potencial biocida no solo.”

E o fato de ser livre de cloro traz ainda vantagens para as lavouras, como por exemplo, na cafeicultura.

O uso do K Forte® trouxe resultados positivos para a cafeicultura

Um dos resultados observados por Felipe Lemos nas lavouras de café que ele atende após o uso do K Forte® foi a melhoria da qualidade da bebida.

O excesso de cloro no manejo do café pode ser um fator que prejudica esse parâmetro, já que ele reduz a atividade de uma enzima chamada polifenoloxidase (PPO).

A Dra. Hermínia Emília Prieto Martinez, juntamente com outros pesquisadores escreve, no artigo Nutrição mineral do cafeeiro e qualidade da bebida, que a PPO está substancialmente ligada a esse parâmetro.

Uma das explicações para que o cloro prejudique a atividade da PPO é que, como ela é uma enzima cúprica, ou seja, contém cobre em sua composição, a presença de altos teores de cloro pode inibir a sua atividade.

Assim, quando há excesso dos íons de cloro, acontece a precipitação do íon Cl com o Cu2+, reduzindo a ativação da enzima. Como o K Forte® é livre de cloro, a atividade da polifenoloxidase não é prejudicada.

Felipe Lemos também conta que o uso do K Forte® trouxe o incremento da peneira do café, ou seja do tamanho dos grãos de café:

“Outra coisa importantíssima é a questão da melhoria do tamanho de peneira. Essa safra, tudo bem que foi ótimo de chuva, mas eu já venho experimentando nas safras anteriores a melhoria das peneiras. E fazendas que produziam peneiras baixas, em torno de 30% a peneira acima de 17, passamos para 50%. Então é um aumento substancial.”

Isso está ligado a uma das funções do potássio nas plantas, e em especial na cafeicultura, que é o enchimento de grãos. Dessa maneira, o K Forte® foi capaz de ser uma fonte eficiente na adubação potássica eficiente que é necessária para que esse parâmetro atinja altos níveis.

Além disso, o K Forte® também é fonte de magnésio e manganês, dois nutrientes muito importantes para a nutrição vegetal. Ele ainda é fonte de silício, que é um elemento benéfico, trazendo a indução da resistência aos estresses bióticos e abióticos.

Por isso, Felipe Lemos destaca como o K Forte® faz o manejo agrícola mais completo:

“O bom do produto é isso: você atirou no potássio e você acertou numa gama de outros elementos, porque fez uma melhoria do ambiente de produção. Todo o ambiente que estava desorganizado, você conseguiu colocar ele em um equilíbrio e isso daí resultou numa melhoria do sistema.”

Veja o depoimento completo de Felipe Lemos:

 

K Forte® é fonte de potássio e outros nutrientes que torna o manejo mais completo

A experiência de Felipe mostra que o K Forte® é uma fonte de potássio eficiente e que trouxe resultados positivos para as culturas dos clientes que ele atende.

Na cafeicultura, o uso do fertilizante multinutriente da Verde Agritech trouxe melhorias na qualidade da bebida do café e também em parâmetros como o tamanho da peneira. Além disso, por ser livre de cloro, o K Forte® ajudou a melhorar a saúde do solo, melhorando propriedades físicas e também favorecendo a saúde da microbiota do solo.

Outra vantagem do K Forte® é que ele é fonte de magnésio, manganês e silício, tornando o manejo nutricional mais completo.Consultor Especializado Em Cafeicultura Conta Os Resultados Positivos Do Uso Do K Forte® - K Forte

 

Compartilhe esta publicação