Entenda como o silício reduz os danos causados pelo estresse hídrico

O estresse hídrico ocorre quando há uma redução parcial ou total do fornecimento de água para as plantas, fazendo com que elas não consigam absorver a quantidade de água necessária para realizar suas funções biológicas.

Ele pode ser causado tanto pela falta de água disponível no solo (seca) ou pela incapacidade da planta de absorver e reter água (seca fisiológica). Em ambos os casos, o estresse hídrico leva a deficiência nutricional da planta, perda de produtividade e até a morte.

Mas você sabia que o silício reduz a perda de água e protege contra as variações de temperatura?

Diversos estudos mostram que o fornecimento de silício é importante para evitar ou diminuir os danos causados por estresse hídrico nas plantas.

Uma das possibilidades para explicar a ação do silício na redução dos danos causados pelo estresse hídrico é o fortalecimento dos tecidos vegetais, o que aumenta as defesas das plantas contra pragas e doenças e aumenta a taxa de fotossíntese das plantas.

Esse fortalecimento evita a perda excessiva de água pelo processo de evapotranspiração, pelos estômatos e pela cutícula das plantas. A evapotranspiração é um processo natural das plantas, mas quando há variações bruscas na temperatura, ela pode levar ao estresse hídrico.

No entanto, a professora Elzbieta Sacala, da Universidade de Breslávia (Polônia) explica, na pesquisa Role of silicon in plant resistance to water stress:

“O papel do silício não é restrito a formação de uma barreira física ou mecânica (na forma de precipitação de sílica) nas paredes celulares, lumens e espaços intercelulares. O silício modula o metabolismo das plantas e altera as atividades fisiológicas, particularmente em plantas sujeitas a condições de estresse”.

Essa ação bioquímica evita que plantas sofram estresse hídrico ou outros tipos de estresses como por salinidade, excesso de água no solo e baixas temperaturas. Por meio da ação física e bioquímica, o silício mantém o valor relativo de água (RWC), um parâmetro importante para que as plantas mantenham um bom ritmo de crescimento e produtividade em níveis ideais.

Desse modo, a utilização de fertilizantes que possuesilício em sua composição pode contribuir para a redução dos efeitos do estresse hídrico e proteção das plantas contra variações de temperatura. 

Cristiano Veloso é especialista em Sustainable Business Strategy pela Harvard Business School, Estados Unidos, mestre pela University of East Anglia, Reino Unido e bacharel em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais. Cristiano é fundador e CEO da Verde Agritech Plc (“Verde”), mineradora inglesa listada na Bolsa de Valores de Toronto. Tem ampla experiência e conhecimento nos setores agrícola e mineral. À frente da Verde, Cristiano lidera uma empresa inovadora cujo propósito é melhorar a saúde das pessoas e do Planeta.