Agricultor De Campo Verde – Mt Conta Os Resultados Positivos Do K Forte® Na Soja - Agricultor De Campo Verde – Mt Conta Os Resultados Positivos Do K Forte® Na Soja

Agricultor de Campo Verde – MT conta os resultados positivos do K Forte® na soja

Ariel Koalben é agricultor no município de Campo Verde, Mato Grosso. Há oito anos, ele produz soja e milho em sua propriedade. Em busca de meios de melhorar o manejo da lavoura, ele conheceu o K Forte®. Veja quais foram os resultados positivos do fertilizante multinutriente da Verde Agritech na lavoura dele!

Em busca de um fertilizante para otimizar o manejo da lavoura

Vindo de uma família ligada ao agronegócio, Ariel Koalben trabalha no setor desde jovem. Ele conta que há oito anos produz soja safra e milho safrinha em sua propriedade, no município de Campo Verde, Mato Grosso.

Em busca de alternativas para tornar o manejo de potássio da lavoura mais barato e viável, ele conheceu o K Forte® através de um amigo. Após entrar em contato com a Verde Agritech, ele decidiu utilizar o fertilizante multinutriente da empresa e notou bons resultados:

“Fiz a aplicação do K Forte® em toda a minha a minha área, fazendo a utilização de uma tonelada e meia por hectare. E, desde o início da cultura, pude notar um vigor nas folhas.”

Mas, além do vigor nas folhas, Ariel conta que percebeu também outros impactos positivos na sua lavoura.

K Forte®: nutrição potássica eficiente para a soja 

Graças à sua matéria-prima nacional, o K Forte® é um fertilizante eficiente no fornecimento de potássio para a lavoura.

Vale lembrar que o potássio é um macronutriente primário, ou seja, é essencial para as plantas e requerido em grandes quantidades por elas em seus processos fisiológicos e metabólicos. Isso não é diferente com a soja: nessa cultura, o potássio é o segundo nutriente mais requerido.

Segundo estimativas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) apontam que, para cada tonelada de grãos de soja produzidas, há a extração de quase 40 kg de potássio (K2O).

Ainda segundo a Embrapa, quando há a falta do fornecimento adequado de potássio para a soja, entre os principais sintomas de deficiência desse nutriente que podem ser identificados estão:

  • Grãos pequenos, enrugados, deformados, com baixo vigor e poder germinativo;
  • Vagens chochas;
  • Atraso na maturação da planta;
  • Hastes verdes;
  • Retenção foliar.

Segundo Ariel Koalben, a percepção mais notável dos resultados positivos do K Forte® na lavoura corrobora a eficiência dele na nutrição potássica da soja:

“E o mais notável, visualmente, que deu resultados, foi na formação de vagens, com uniformidade e com baixo teor de abortamento, onde anos anteriores eu tive altas taxas com esse problema.”

O K Forte® Foi Eficiente Na Nutrição Potássica Da Soja (Foto: Ariel Koalben)

O K Forte® foi eficiente na nutrição potássica da soja (Foto: Ariel Koalben)

Mas, como o K Forte® consegue ser um fertilizante potássico eficiente? Além dos processos de produção com um rigoroso controle de qualidade e com o uso de tecnologias exclusivas da Verde Agritech, o segredo está na matéria-prima.

A matéria-prima do K Forte® é rica em glauconita. Esse mineral é utilizado como fertilizante potássico nos Estados Unidos desde 1760, com bons rendimentos nas lavouras onde foi aplicado.

Todavia, além da eficiência na adubação potássica, a presença da glauconita no K Forte® traz ainda outras vantagens.

O K Forte® trouxe bons resultados mesmo em solos arenosos 

Outros resultados percebidos por Ariel Koalben em sua lavoura foram em relação à produção, mesmo em solos arenosos, como ele relata:

“Em terras novas de plantio eu tive um resultado bom com a soja de ciclo médio e em solo bem arenoso, de 48 sacas por hectare.”

A adubação com potássio em solos arenosos é um desafio, já que neles a mobilidade do potássio (K+) no perfil do solo é mais acentuada do que em solos mais argilosos, devido às propriedades físico-químicas tanto do solo quanto do potássio.

É o que explicam os pesquisadores José Carlos Polidoro e Paulo César Teixeira, no artigo Adubação potássica em solos arenosos.

Segundo os pesquisadores, essa característica acentua a lixiviação do potássio, principalmente quando são utilizadas fontes com alta solubilidade em água, como é o caso do Cloreto de Potássio (KCl).

Estudos como o artigo Effect of potassium fertilization in sandy soil on the content of essential nutrients in soybean leaves, corroboram essa afirmação.

Nesse trabalho, Marcelo Raphael Volf e outros pesquisadores discorrem sobre o efeito da adubação com potássio em solos arenosos na soja, utilizando o Cloreto de Potássio como fonte potássica.

Os resultados obtidos pelos pesquisadores indicaram que houve baixa disponibilidade do nutriente para as plantas em razão da lixiviação. Ariel Koalben destaca justamente que o K Forte® é menos suscetível à lixiviação e isso se relaciona com a glauconita presente na sua matéria-prima.

A glauconita tem propriedades físico-químicas que favorecem a retenção de água e nutrientes, conforme explica o Dr. John Tedrow, pesquisador da Rutgers, The State Universty of New Jersey:

“Os efeitos benéficos da glauconita no solo parecem estar proximamente relacionados a uma combinação de fatores, como ter uma alta capacidade de absorção de nutrientes do solo e uma capacidade de retenção de umidade relativamente alta.”

Além dessa afirmação, feita no artigo Greensand and Greensand Soils of New Jersey: A Review, o Dr. Tedrow explica nesse mesmo trabalho que a estrutura da glauconita é como um “microcosmo de microporos”, composta de pequenos espaços que ajudam a reter a água e os nutrientes.

Representação Da Estrutura Física Da Glauconita, Que Permite Que Haja Um Aumento Da Capacidade Da Retenção De Água E Nutrientes.

Representação da estrutura física da glauconita, que permite que haja um aumento da capacidade da retenção de água e nutrientes.

Além dos bons resultados na lavoura, Ariel Koalben elogiou ainda o atendimento da Verde Agritech, destacando a clareza da comunicação da empresa, tanto em relação a informações técnicas sobre o produto quanto ao processo de entrega.

Ele também ressaltou as boas condições de pagamento oferecidas e, por isso, não somente já adquiriu K Forte® para realizar a adubação de 100% da área de sua lavoura em 2022 como recomenda aos outros agricultores o fertilizante multinutriente da Verde Agritech:

“Então, recomendo desde já aos demais produtores que querem um produto que tenha efeito prático no solo e que consegue trazer resultados às atividades que se trabalha, no meu caso, milho e soja. Eu estou 100% satisfeito.”

Você pode conferir o depoimento completo de Ariel Koalben no vídeo:

O K Forte® é um fertilizante completo e com diversas vantagens

A experiência de Ariel Koalbe mostra a eficiência do K Forte® na nutrição da soja com potássio, mesmo em solos arenosos.

Graças à sua matéria-prima rica em glauconita, o K Forte® é menos suscetível à lixiviação e ainda favorece a retenção de água e nutrientes. Com isso, o fertilizante multinutriente da Verde Agritech ajuda a construir e manter a fertilidade do solo.

O K Forte® ainda é fonte de magnésio, manganês e silício, o que torna o manejo mais completo. Tudo isso com a liberação gradual dos nutrientes, o que traz um efeito residual duradouro dos nutrientes no solo!

Compartilhe esta publicação