Pesquisa do Dr. Felipe Santinato e do Dr. Fernando Dini Andreote aponta tecnologia que aumenta a quantidade de microrganismos benéficos no solo.png

Pesquisa do Dr. Felipe Santinato e do Dr. Fernando Dini Andreote aponta tecnologia que aumenta a quantidade de microrganismos benéficos no solo

Um estudo com lavouras de café conduzido pelo pesquisador Dr. Felipe Santinato, mostrou que o uso do K Forte® preserva e aumenta a quantidade de microrganismos benéficos presentes no solo.

O ensaio experimental realizado em Rio Paranaíba, Minas Gerais, avaliou a quantidade de microrganismos presentes no solo de culturas de café com diferentes tratamentos de fontes de potássio:

  • Um tratamento recebeu 300kg de K2O sob a forma de Cloreto de Potássio (KCl), dividido em três aplicações.
  • O outro tratamento recebeu 300kg de K2O sob a forma de K Forte® em uma única aplicação feita em novembro.

Após os tratamentos, amostras de solo foram encaminhadas para o professor de microbiologia do solo na Esalq/USP, Dr. Fernando Dini Andreote, que realizou a quantificação absoluta de todos os fungos benéficos presentes em determinada amostra de solo.

Nesse processo, foram utilizadas como marcador genético regiões chamadas ITS (internal transcribed spacer), que são recomendadas como regiões universais para identificação de fungos.

Outro parâmetro avaliado foi a quantificação absoluta de todos os fixadores de nitrogênio presentes em determinada amostra de solo. Para isso, foram utilizadas como marcador genético regiões chamadas nifH (Nitrogenase iron protein), que são recomendadas como regiões para identificação de fixadores de nitrogênio.

Os microrganismos do solo, como os fungos (gene ITS) e fixadores de nitrogênio (gene nifH) da pesquisa do professor Dr. Andreote, são considerados indicadores de qualidade do solo.

Entenda por que K Forte® preserva e aumenta os microrganismos do solo

Os resultados da análise biológica do solo mostraram que, em ambos os tratamentos com o K Forte®, a quantidade de fungos totais e de microrganismos fixadores de nitrogênio no solo foi superior ao do tratamento com KCl:

  • O solo tratado com K Forte® apresentou um número total de fungos 30,78% maior que o solo tratado com KCl.
  • Comparando o KCl com o K Forte®, o fertilizante da Verde apresentou um número total de fixadores de nitrogênio 187,5% maior.

Diferenças entre os tratamentos com K Forte® e Cloreto de Potássio (KCl): O K Forte® preservou e aumentou os microrganismos benéficos do solo

Diferenças entre os tratamentos com K Forte® e Cloreto de Potássio (KCl):
O K Forte® preservou e aumentou os microrganismos benéficos do solo

O K Forte® permite o aumento da quantidade dos microrganismos do solo porque, além de ser um fertilizante fonte de potássio, silício e magnésio, é livre de cloro.

O excesso de íons desse elemento no solo, que pode ser causado pelo uso de fertilizantes com um alto teor de cloro, causa distúrbios fisiológicos, como um alto teor de salinidade, o que tem um efeito altamente biocida, ou seja, de eliminação dos microrganismos do solo.

Além disso, o K Forte®, com sua estrutura física única advinda da sua matéria-prima, o Siltito Glauconítico, ajuda a fornecer um ambiente mais propício para o desenvolvimento dos microrganismos.

Graças à sua  e ao fato de ser multinutriente, o K Forte® fornece não somente nutrientes que os microrganismos precisam para se alimentar, mas geram o que o professor Andreote chama de geração de nicho nutricional do solo:

 

Porque preservar os microrganismos do solo é importante

Para fazer com que a lavoura seja mais rentável e produtiva, é preciso pensar na preservação dos microrganismos do solo, uma vez que eles exercem diversas funções na manutenção da saúde do solo e, assim, contribuem para a saúde das plantas.

Um exemplo é o papel dos microrganismos na captura e fixação do nitrogênio. Esse nutriente é vital para o crescimento das plantas, sendo parte de substâncias como as proteínas e as vitaminas.

Os microrganismos podem ser utilizados como uma forma de capturar o nitrogênio que está na atmosfera e disponibilizá-lo para as plantas, num processo que podemos chamar de fixação do nitrogênio.

Para isso, as plantas e esses seres microscópicos desenvolvem uma relação de simbiose, que beneficia a ambos: os microrganismos se alimentam de substâncias que as plantas produzem e, em troca, conseguem capturar o nitrogênio que está no ar e levá-lo até as plantas.

Outra vantagem da preservação dos microrganismos do solo é que eles podem disponibilizar outros nutrientes para as plantas. Isso acontece quando, em seu processo de alimentação, os microrganismos acabam interagindo com formas insolúveis de nutrientes como o potássio e o fósforo, tornando-os solúveis.

Assim, as plantas conseguem absorver esses nutrientes que antes estavam indisponíveis para elas.

K Forte® cria um ambiente mais saudável para os microrganismos

Em sua participação no Encontro Com Gigantes, evento online gratuito promovido pela Verde, o professor Dr. Fernando Andreote, também ressalta que os microrganismos podem ser ferramentas importantes no controle de pragas:

“Os mecanismos de controle biológico se baseiam no antagonismo, no combate de predadores, então se você tiver um alvo e me der um ambiente rico em biodiversidade, eu consigo encontrar organismos que trabalhem em cima daquele alvo, seja o combate a um patógeno, uma praga  ou suplementação nutricional de uma planta.”

No entanto, o uso de microrganismos em uma escala mais industrial é dificultado pelo fator técnico: fazer com que a vida microbiológica floresça fora do ambiente laboratorial é muito difícil.

Por isso, na avaliação do Dr. Andreote, é importante que o ambiente do solo seja saudável e com uma variedade ampla de microrganismos para que o seu papel benéfico seja mais eficiente.

Assim, utilizar fontes de nutrição que favoreçam o crescimento dos microrganismos é essencial quando se planeja o manejo do solo da lavoura.

O K Forte®, sendo uma tecnologia de nutrição livre de cloro, é livre dos malefícios desse elemento, que incluem uma ação altamente biocida – ou seja o K Forte® preserva os microrganismos do solo.

Além disso, com uma estrutura física única e a presença de diversos nutrientes e elementos traços, ele favorece a criação de um ambiente mais saudável para que os microrganismos possam crescer mais, aumentando assim a qualidade do solo e a saúde das plantas.

Com o K Forte® o seu solo fica mais saudável e a sua lavoura produz mais e com mais qualidade!

KForte_BannerBlog