Silício Nos Citros: Como Fazer O Manejo? - Silicio Nos Citros Como Fazer O Manejo

Silício nos citros: como fazer o manejo?

As condições de clima e solo favoráveis para o cultivo dos citros no Brasil fazem com que eles estejam entre as culturas mais tecnificadas no cenário do agronegócio nacional. Nesse contexto, a inclusão de novas práticas agrícolas é essencial para manter a elevada produtividade e sanidade das culturas frente aos desafios no campo. Entre essas práticas, o uso do silício nos citros tem mostrado um grande potencial no setor. Entenda mais sobre o manejo do silício nos citros!

A importância do silício nos citros

O uso do silício na agricultura proporciona a manifestação de vários benefícios para diversas culturas, incluindo os citros.

Quando as plantas são bem nutridas com esse elemento, elas expressam uma maior resistência a estresses bióticos e abióticos e podem, inclusive, ter o seu desempenho agrícola melhorado.

Para os citros, esses benefícios são muito desejados frente aos desafios que os citricultores enfrentam no campo. Por exemplo, a safra 2020/2021 sofreu uma taxa de queda de 21,60%, o registro mais alto já medido pelo Fundecitrus desde o início da Pesquisa de Estimativa de Safra (PES), em 2015.

Dentre as principais causas que levaram à perda de aproximadamente 74 milhões de caixas, foram destacadas a seca severa e a alta incidência de pragas e doenças como o greening, bicho-furão e mosca-das-fruta.

 

A citricultura brasileira é um setor que apresenta uma série de oportunidades e desafios.

Para amenizar condições de estresse hídrico causados pela seca, por exemplo, o silício promove a deposição de sílica abaixo da cutícula dos tecidos vegetais. Deposição esta, que fortalece os tecidos vegetais e ajuda a evitar a perda excessiva de água pela planta pelo processo de transpiração.

Um efeito secundário desse fortalecimento dos tecidos, é a redução do autossombreamento da planta, que também diminui a perda de água por transpiração.

No artigo Silicon fertilizers for citrus in florida, Vladimir Matichenkov e outros pesquisadores observaram que os citros tem um mecanismo de transporte de silício, uma vez que a concentração desse elemento aumentou em resposta à adubação silicatada.

O fortalecimento dos tecidos vegetais pela deposição de sílica, também tem se mostrado uma importante ferramenta no controle de pragas e doenças.

Ele cria uma espécie de “barreira física” que danifica o aparelho bucal de insetos mastigadores e sugadores e que pode impedir ou desacelerar a velocidade dos danos das pragas e a colonização dos tecidos vegetais infectados por fitopatógenos.

Vladimir Matichenkov e outros pesquisadores, ao conduzirem uma nova pesquisa com o silício no artigo Response of citrus to silicon soil amendments, observaram um aumento do teor de silício nas folhas de citros quando submetidas ao ataque de insetos e doenças.

Roberto Cesnik, pesquisador da Embrapa, também sugeriu que o conteúdo de silício no húmus de minhoca tem auxiliado na menor incidência da cochonilha parlatória-dos-citros (Parlatoria cinerea), quando esse insumo é aplicado na fase de implantação do pomar.

Tais observações são feitas ao decorrer do Comunicado técnico 21: É Fácil Controlar a Parlatória dos Citros?

Entretanto, ação do silício nos mecanismos de resistência a estresses bióticos e abióticos não fica limitada aos mecanismos físicos.

As ações do silício nos mecanismos fisiológicos da cultura dos citros

Além de promover benefícios relacionados à sua ação física, a aplicação de silício nos citros também traz outros impactos positivos para a cultura.

No artigo A Review on the Role of Silicon Treatment in Biotic Stress Mitigation and Citrus Production, Mireille Asanzi Mvondo-She e outros pesquisadores explicam que o silício também expressa mecanismos fisiológicos de resistência nas plantas, como:

  • Aumento da atividade de enzimas de defesa, como polifenoloxidases, glucanases, e peroxidases;
  • Aumento da atividade de compostos antimicrobianos, como fenóis, flavonoides e fitoalexinas;
  • Regulação da resistência das plantas através de hormônios sinalizadores, como ácido salicílico, ácido jasmônico e etileno.

Além desses mecanismos físicos e fisiológicos terem um impacto na redução dos efeitos dos estresses bióticos e abióticos que comprometem a produtividade dos citros, o silício também é capaz de promover um efeito mais direto no desenvolvimento da cultura.

Os benefícios do silício no desenvolvimento dos citros

Cada vez mais, novas evidências científicas têm sido relatadas acerca dos benefícios do silício no desenvolvimento dos citros: aumento na massa das raízes, na massa verde de plantas, área foliar, altura das árvores e comprimento dos galhos estão entre os resultados de diversas pesquisas.

No mesmo artigo Silicon fertilizers for citrus in florida, os resultados revelaram que o aumento da concentração de silício melhorou o comprimento e arquitetura do sistema radicular de plantas jovens de toranja.

Diferença Entre Mudas De Toranja De 1 Mês De Idade Tratadas Com Silício (Direita) Do Controle (Esquerda) (Fonte: Matichenkov Et Al., 2001).

Diferença entre mudas de toranja de 1 mês de idade tratadas com silício (direita) do controle (esquerda). (Fonte: Matichenkov et al., 2001)

O favorecimento do desenvolvimento dos citros com a aplicação do silício, pode ser explicado pela capacidade desse elemento em aumentar a extensibilidade das paredes celulares, resultando no alongamento de diferentes partes das plantas, como a raiz.

Embora o mecanismo de extensibilidade de parede celular promovido pelo silício ainda seja desconhecido, os pesquisadores sugerem que esse efeito seja advindo da alteração das propriedades mecânicas dessas paredes celulares.

Estudos conduzidos na Rússia na década de 90, ainda observaram aumentos significativos em alguns parâmetros de produtividade, como:

  • Maior velocidade de maturação dos frutos, reduzindo o tempo em até 4 semanas;
  • Aceleração do crescimento geral das árvores em até 80%;
  • Maior quantidade de frutos.

Com tamanho potencial do silício para favorecer a sanidade e produtividade dos citros, é preciso entender qual a melhor forma realizar a adubação com esse elemento.

Como aplicar silício nas plantas?

Como o silício é considerado um elemento benéfico, ainda não foram desenvolvidos materiais sobre manejo adequado do silício para cada cultura. Entretanto, algumas boas práticas já são difundidas no setor.

Para culturas perenes, como os citros, o melhor aproveitamento do silício no pomar será alcançado com a sua aplicação no solo. Isso porque essa forma de aplicação garante um maior efeito residual no solo e um maior prolongamento dos seus benefícios no campo.

Assim, fontes de silício de liberação gradual e com longo efeito residual serão as mais indicadas para alcançar a melhor performance dos benefícios desse elemento para sanidade e produtividade dos citros!

 

 

Compartilhe esta publicação