Confira quais são os principais benefícios do K Forte® para hortifruti

Confira quais são os principais benefícios do K Forte® para hortifruti

O Brasil produz, anualmente, mais de 30 milhões de toneladas de frutas e hortaliças. Esses alimentos, tão presentes nas mesas dos brasileiros, merecem atenção especial na hora do cultivo, para que sejam ofertados produtos de qualidade e com alto valor nutritivo.

O Encontro com Gigantes do dia 01 de outubro abordou os resultados da aplicação do K Forte® em hortifruti, relatados pelos próprios agricultores. Para isso, foram convidados clientes que produzem banana e hortaliças para compartilharem suas experiências com o uso de fertilizante potássico livre de cloro em seus cultivos.

A conversa pode ser vista na íntegra aqui:

 

Edevaldo Mittelmann, produtor de bananas em Massaranduba, SC, relatou que trabalha com esse tipo de cultura desde pequeno e se diz um apaixonado por esse produto renovável, que não precisa ser plantado todo ano e sim, cultivado.

“Hoje eu trabalho com cerca de 80 hectares de áreas produzida. A meta é chegar até o final do ano que vem com 100 hectares. Em se tratando de hectares, atualmente trabalhamos com 2.250 quilos de adubação, fora adubos orgânicos e calcário. É uma cultura que exige bastante (potássio).”

Resultados positivos do K Forte® no cultivo de banana

Edevaldo Mittelmann conheceu a Verde e o K Forte® por meio de uma revenda agropecuária. Ele testou o produto antes de uma grande seca na região de Santa Catarina: “Nas áreas em que eu apliquei o K Forte® já tive um respaldo desde o início. Foram as áreas que menos sofreram com as secas. A partir disso, conversei com os técnicos e começamos a substituir, gradativamente, o cloreto de potássio pelo potássio natural. Aqui na região temos um problema muito grande de compactação e salinização do solo. A banana exige muito potássio e eu vi no K Forte® a oportunidade de suprir essa demanda, junto ao silício e magnésio do produto. Esse ano resolvi fazer área total”.

Outra experiência contada por Edevaldo foi a rápida recuperação de uma área atingida pelo ciclone bomba, que havia sido tratada com K Forte®, em comparação a outra área, sem o uso da tecnologia. Em uma das áreas, ele teve 85% de perda do bananal e na área em que tinha aplicado o K Forte®, a recuperação foi mais rápida. “Não dá nem pra dizer que faz 2 meses do ciclone, daí eu passei a acreditar ainda mais nele [K Forte®]”.

Em relação à qualidade da banana, o moderador Rodrigo fala sobre a ausência de cloro no K Forte®, o que evita a salinização do solo, permite o melhor desenvolvimento radicular do bananal e melhora da absorção de água e nutrientes das plantas. Isso também aumenta a sustentabilidade do cultivo.

“Tudo começa no campo, quando você começa a nutrir bem a planta e disponibilizar tudo que ela precisa para que o pós-colheita seja bom. A banana é muito sensível. Não podemos embalá-la de qualquer jeito. Existe todo um trabalho e ciclo dessa cultura. Quanto mais nutrido tiver o solo, conseguimos uma resistência melhor das plantas. O cloreto de potássio, quando você joga, já queima a raiz. Ainda é muito cedo para eu falar sobre essa questão radicular, mas conversando com outros produtores da região, que também fizeram o uso da tecnologia, eles tiveram ótimos resultados”.

Agricultura orgânica e alimentos mais nutritivos com K Forte®

Ezequiel Rodrigues Santos, gerente de produção da Solo Vivo Orgânicos, contou que o forte da empresa são as folhas e que hoje conta com uma área de 30 hectares de produção, dando destaque para as alfaces e couve.

“A agricultura orgânica não tem muito recursos, há momentos críticos de chuvas, principalmente no verão, que deixam as hortaliças muito expostas. Nesse sentido, entrou o uso do K Forte®, pensando na quantidade e qualidade de produção para o ano todo. Utilizamos o bokashi e o K Forte® veio para acrescentar. E desde então, estamos acompanhando nas análises do composto e vimos que o K Forte® fornece o que a gente precisa para a nutrição das plantas. Temos tido um ganho elevado de produtividade e estamos finalizando o primeiro lote de colheita. Observamos que o desenvolvimento se manteve e tende a melhorar, em poucos meses de uso”.

Reginaldo Antônio Ribeiro da Costa, diretor-geral da Solo Vivo Orgânicos, destacou que a tecnologia do K Forte® veio para ajudar o ramo da cultura orgânica, quadro que está sendo cada vez mais comum:

“Por muito tempo o conceito de produção orgânica foi baseado no esterco ou na produção feita sem nada. Ao passar dos anos apareceram novas tecnologias e insumos que nos possibilitaram a melhoria da produtividade no setor”.

Segundo Reginaldo, há 10 anos a empresa teve a oportunidade de acessar o mercado direto. A empresa tem a sua própria área de produção voltada para as folhas. Além da distribuidora Solo Vivo que atende mais de 250 pontos de supermercados em São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná.

“Trabalhamos muito com a parte viva do solo, biológicos, a matéria orgânica. Buscamos o uso de produtos mais minerais como o K Forte®, que deixa alimento para a planta no solo, um estoque, mesmo depois das chuvas. E buscamos também mais vida útil do nosso produto na prateleira”.

Em relação à gestão relacionada a custo, conforme Reginaldo, a empresa chegou a uma reformulação melhor com o uso do K Forte®. “E se comparamos as análises, mantivemos os resultados com uma boa resistência nas prateleiras, sem tanta quebra e desperdícios através das tecnologias, investindo na base e na adubação”.

Ao falar sobre a qualidade dos alimentos, Reginaldo fala que a população está procurando, cada vez mais, alimentos mais nutritivos. “Precisamos olhar não só a necessidade nutricional das plantas, mas também de quem está consumido. Não adianta a gente ter um produto bonito e grande, mas que só tem nitrogênio, por exemplo, e não leva a quantidade de nutrientes que o ser humano precisa para suprir sua nutrição.”

Quer saber mais sobre os principais benefícios do K Forte® para hortifruti? Confira o vídeo na íntegra!

Não perca os próximos eventos! Confira toda a programação do Encontro com Gigantes e faça sua inscrição pelo link: www.kforte.com.br/encontrocomgigantes

Edevaldo Mittelmann  É produtor de bananas na cidade de Massaranduba, município que fica no interior do estado de Santa Catarina. Sua área de cultivo é de 80 hectares e ele utiliza o K Forte® no manejo de nutrição desde Setembro de 2019.

Ezequiel Rodrigues Santos e Reginaldo Antônio Ribeiro da Costa são produtores de hortaliças na cidade de Ibiúna, município localizado no interior do estado de São Paulo. A área de cultivo deles é de 24 hectares e desde Junho de 2020, Ezequiel e Antônio utilizam o K Forte® no manejo de nutrição da lavoura.

KForte_BannerBlog