17-08-2020_Bruno Souza, Mariana Caetano e Felipe Santinato, referências do mercado de café brasileiro, conversam sobre como os cafeicultores podem enfrentar a crise

Bruno Souza, Mariana Caetano e Felipe Santinato, referências do mercado de café brasileiro, conversam sobre como os cafeicultores podem enfrentar a crise

Em meio ao contexto atual de crise no Brasil e no mundo, cafeicultores precisam pensar em maneiras de valorizar a produção e se destacar em meio ao cenário atual.

Pensando nisso, três nomes de peso do mercado de café brasileiro, Bruno Souza, Mariana Caetano e Felipe Santinato se encontraram para compartilhar suas experiências e conhecimentos com os produtores.

A conversa ocorreu durante o evento “Almoço com Gigantes – Mercado de café: dicas para valorizar a sua produção e se sobressair na crise”.

Online e com participação gratuita, o debate foi promovido pela Verde, empresa que produz o fertilizante K Forte®, no dia 15 de abril de 2020.

Sob a mediação do fundador e CEO da Verde, Cristiano Veloso, os palestrantes conversaram sobre as incertezas que o momento atual traz para os produtores de café e sobre a necessidade de momentos de troca de experiências e debates como o do Almoço com Gigantes para expandir as possibilidades de ação diante da crise.

Felipe Santinato falou sobre como essa não é a primeira crise pela qual o mercado de café passa e como é importante aprender com esses momentos:

“Todos os anos o cafeicultor passa por crises, mas nós ultrapassamos todas as dificuldades. Na parte agronômica, a pesquisa tem muitos trabalhos e cabe a nós trazer esse conhecimento aos produtores. A gente tem que se unir ao produtor e levar pra eles ferramentas para ele economizar e produzir bem. O importante é aprender com as crises e não repetir os erros do passado”.

Mariana Caetano reforçou a ideia de que há incertezas no cenário atual, mas que é preciso que os produtores usem esse momento para criar novas formas de produzir e estreitar os laços com os seus clientes:

“É preciso enxergar que a gente pode ganhar oportunidades de repensar. Desde repensar a questão do maquinário até a questão do manejo. De reforçar o contato com os clientes, já que não está havendo feiras. É muito difícil passar uma ‘receita de bolo’ porque cada um tem uma realidade diferente, mas cada produtor tem suas forças e não pode desanimar”.

Já Bruno Souza falou sobre como a crise pode ter um impacto nas colheitas prestes a começar e no mercado de cafés especiais, já que o consumo do café mais comercial deve ser manter estável. Entretanto, o produtor e Q-Grader ressaltou que é preciso continuar buscando novas alternativas: “Nesse momento o importante é não desanimar”.

Bruno Souza é a 4ª geração de uma família que produz café em Minas Gerais desde meados do século XIX.

Trabalhando com café desde os 16 anos, Bruno se tornou o 1º Q-Grader de café do Brasil. Também fundou a Academia do Café, espaço de treinamento e aprendizado técnico e profissional, além de laboratório de teste de qualidade de cafés.

Os cafés especiais produzidos por Bruno Souza têm reconhecimento internacional. Bruno é um dos pioneiros na importação e comercialização dos cafés especiais brasileiros nos EUA.

Iniciando em 2002, os cafés da fazenda Esperança hoje são referência nos Estados Unidos, Holanda, Inglaterra, Emirados Árabes e Dinamarca.

Mariana Caetano é formada em Comércio Exterior pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas e especialização em Agronegócio pela USP.

Mariana Caetano é COO na Guima Café, fazenda especializada na produção de cafés especiais, é responsável pela gestão e formação da equipe da fazenda, buscando a inovação agrícola e a produção de cafés especiais. Mariana é uma das primeiras Q-Grader do Brasil.

Já Felipe Santinato é formado em Engenharia Agronômica pela UNESP Jaboticabal e Pós Doutorando em Agronomia pelo IAC. Possui ampla publicação acadêmica na área, com dois livros publicados, 5 capítulos, 38 artigos nacionais e internacionais, 150 trabalhos de congresso, 68 palestras e treinamentos.

Além disso, Felipe Santinato tem experiência na área de consultoria e pesquisa para empresas, trabalhando também em Fazendas e Grupos de Café. Junto do seu pai, Roberto Santinato, Felipe também atua na Santinato e Santinato Cafés.

A conversa com Bruno Souza, Mariana Caetano e Felipe Santinato pode ser vista na íntegra aqui:

Na próxima semana, no dia 22/04, também ao meio dia, Cristiano Veloso receberá os convidados Eduardo Coelho, consultor e sócio-diretor da Cientia; Cristiane de Paula, engenheira agrônoma e pesquisadora no Grupo Bom Futuro; e Julieta Maria Azevedo, produtora de soja e milho referência da região de Buritis, Minas Gerais.

O tema do debate será Soja e milho: É possível aumentar produtividade e ainda reduzir custos?.

Para se inscrever no evento, também gratuito, o link é: www.kforte.com.br/produtividadegraos/.